Início Entretenimento Padre Fábio de Melo faz desabafo após morte da mãe: “Desalento”

Padre Fábio de Melo faz desabafo após morte da mãe: “Desalento”

23
0

Em um texto, o sacerdote fez um desabafo não apenas sobre a perda, mas também por não poder fazer um velório e um enterro tradicionais para a mãe por conta da pandemia.

“Morte de mãe é quebra de um simbólico primitivo. É a ruptura com a corporeidade que hospedou nossos princípios. Um desalento. Deixar no túmulo o corpo que também foi meu corpo, fonte que me deu ossos, carne, espírito e sangue. Outro desalento. Não poder ritualizar a despedida. Vestir o vestido mais bonito, pentear os cabelos, cobrir de flores a mulher que me amou primeiro, altar onde minha infância rezou as liturgias do amor inicial. A pedra foi posta sobre a dança, a festa, o canto, a fome, o conselho e o alívio. Não mais o abraço, não mais o olhar que me sabia de cor. Ainda que a fé me faça crer no reencontro, o intervalo entre a espera e o abraço é puro desconsolo. Grito o que muitos já sabem: mãe não é sepultável”, escreveu.

Dona Ana chegou a tomar a primeira dose da vacina no dia 4 de março, mas segundo relato do Padre Fábio, ela foi contaminada dias antes.

“Nem imaginávamos que já era tarde. Quatro dias antes de ser vacinada, minha mãe precisou ser hospitalizada. Minha sobrinha, Cristiane Castro, a acompanhou. Ficaram um pouco mais de 24 horas no hospital. Dois dias depois do dia da vacina, a Cris começou a ter sintomas. Fez o teste e deu positivo. Testamos minha mãe, mas deu negativo. Retiramos ela da casa, isolamos, tomamos todas as providências. Mas anteontem, minha mãe começou a ter um pigarro. Por precaução fizemos o teste e recebemos a pior notícia. Ela está com Covid. Hoje, logo cedo, precisou ser hospitalizada”, contou ele no dia 15 de março, quando ela foi internada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui